Por Jorge Marcelo G. Oliveira
mailto:Oliveiramarcelo.oliveira@yahoo.com.br




Chega de caretice!



Puxa! Como o povo gay anda careta! Fazendo um tour rápido pelas pistas e bares (que bares mesmo?), só encontro gente de calça jeans e camiseta – no máximo – uma camisa pólo (que voltou como tendência fortíssima neste ano). Olhando para um lado ou para o outro, é um mar de gente... IGUAL! ?Que borring, galera!
Ainda me lembro de um tempo (que nem faz tanto tempo assim...) que o povo se produzia para se divertir e se jogar na noite. Havia os mais variados tipos, incluindo os clubbers – figuras máximas do mundinho nos anos 90 – com muita cor, flúor e tudo de mais alegre que a noite pede. Aí, de uma hora para outra, estes personagens perdem espaço para os gays começarem a se vestir igual aos héteros. Credo!
Ok! Você pode dizer: sou gay, mas não gosto de rótulos! Ou ainda: sou gay, mas sou masculino (kkkkkkkkkkkk)! E outras tontices do gênero. A questão não é esta! O que eu coloco é que já somos obrigados a assumir uma persona profissional que é diferente da nossa do dia-a-dia (só vai entender quem trabalha...) e este personagem é obrigado a seguir algumas regras de padrão, pois o ambiente de trabalho é opressor ou pede uma certa sobriedade. Até aí, perfeito! Agora... Precisa ficar neste personagem no resto do tempo?
A moda nos possibilita uma infinidade de outros personagens que podemos assumir, de acordo com o que desejamos ser. Nos dias que estamos mais sérios, colocamos as cores neutras (preto, branco e cinza) que estamos bem. E nos dias que estamos mais descontraídos, uma gama de cores eleva nosso astral. Você imagina alguém triste usando uma peça vermelha? Vermelho é uma cor poderosa e atrai todos os olhares! Se você está solteiro, aproveite a cor!

Aposte nas cores quentes e alegres – pois são as tendências para o verão 2008. Escolher o preto porque é uma cor elegante, é um erro. É chic! Mas, até os fashionistas mais fanáticos estão dando um tempo. Usar cores é delicioso e combina perfeitamente o clima tropical. Além do mais, quem suporta uma bicha toda de preto e com olhar de esfinge nas pistas de dança? Ah! To bem loka!
Calça jeans e camiseta são peças básicas e funcionam bem para os momentos de descontração. Mas... Só isto? Seu guarda-roupa é tão pobrinho que só entra estas peças? Não estou falando para você torrar seu cartão de crédito em peças caras, que muitas vezes nem valem o preço. Estou falando para você ousar.
Só se perdoa um gay usar todo o dia calça jeans e camiseta se ele tiver menos de 18 anos! Não entre neste papo-furado que este uniforme te deixa com “cara de mais novo”, pois as rugas no seu rostinho não enganam ninguém! E não adianta se empanturrar de Renew, pois ninguém esconde a idade por muito tempo. Além do mais, todo mundo conhece as carnes-de-vaca que estão na vida desde os 15 anos!
Os gays já foram muito mais abusados em suas produções, mas uma síndrome de querer se igualar ao hétero o leva a virar uma coisa careta, amorfa e sem personalidade definida. Não é para você começar a gritar feito uma hiena no cio no meio da rua só para se afirmar enquanto gay, mas... Tem que copiar o HT como modelo a se seguir?

Jorge Marcelo Oliveira é jornalista e produto. Escreve semanalmente para a coluna MONDO MODA do Jornal de Fato, faz produção de moda para a Revista Residenciais e trabalha como produtor de figurinos em filmes e fotos publicitárias.Blog: http://jorge.marcelo.zip.net/!

*Jorge Marcelo Oliveira é jornalista e produto. Escreve semanalmente para a coluna MONDO MODA do Jornal de Fato, faz produção de moda para a revista Residenciais e trabalha como produtor de figurinos em filmes e fotos publicitárias.

fonte :: http://www.espacogls.com.br

Lohren Beauty

Nenhum comentário:

Postar um comentário