União da arte e da moda

Publicada em 14/11/2008

Caderno C

/ EVENTO / Loja/ateliê em Barão Geraldo que reúne grifes alternativas promove hoje lançamento de revista

Carlota Cafiero
DA AGÊNCIA ANHANGÜERA
carlota@rac.com.br

O nome não poderia ser outro: SuperBacana. Sim, porque quando você se der conta, estará soltando esse adjetivo ao conhecer as roupas masculinas e femininas criadas por Adriana Frias na loja e ateliê SuperBacana, em Barão Geraldo. Localizada em cima de um bar e café, em frente à Praça do Coco, a loja tem um clima descontraído e também traz grifes de outros estilistas de Campinas e região, como Eiko Camiseteria, Seres de Luz, Donna da Praia, Tiba, Fabíola Couto, Renata Rosa, Uma a Uma e outras.

O mais bacana é que, além de moda, o ateliê de Adriana comporta eventos ligados às artes visuais. Hoje, o local vai sediar a festa do lançamento nacional do número 11 da revista de arte urbana e ilustração Zupi (R$ 14,00), de São Paulo, com discotecagem de música brasileira pelo DJ Samuca. A edição de novembro aborda o tema Máscaras Caem e analisa a metáfora das máscaras na visão de grandes artistas do Brasil e do Exterior, como Virgílio Neto e Michael Page.

Será uma maneira ainda mais descontraída de conhecer as criações de Adriana Frias, que diz adorar receber pessoalmente os clientes em sua loja/ateliê. Nascida em Piracicaba e formada em ecologia, Adriana trabalha profissionalmente com moda há quase cinco anos e abriu a loja há dois, ao lado da assistente Patrícia Nicolau. A confecção funciona na Vila Costa e Silva, onde trabalham as costureiras Maria Helena e Cláudia, que possuem máquinas de costura específicas para tecidos naturais.

"Eu só trabalho com algodão, viscose e tecidos não-sintéticos. As minhas criações aqui no ateliê vão para a oficina de costura. A SuperBacana possui uma equipe de apenas quatro pessoas, mas toda semana temos uma produção nova", conta Adriana.

As araras da SuperBacana sustentam peças leves e com estamparia colorida. As roupas femininas trazem cortes ousados e estampas de flores, listras e bolinhas em cores suaves. São macacões, vestidos, saias e camisetas. A coleção masculina traz apenas camisas, em tecidos confortáveis, com ênfase na estampa quadriculada.

O gosto por desenhar roupas vem desde criança. "Desde menina eu desenho minhas roupas. Em cidade pequena, era comum escolher o tecido e levar para a costureira", lembra. Antes de dedicar-se integralmente à moda, Adriana cuidou da decoração da Cooperativa Brasil e da Casa São Jorge, em Barão Geraldo, até se cansar da noite. "Trabalhar com roupa é a coisa que me dá mais prazer."

Para criar suas coleções, Adriana conta que não costuma seguir tendências da moda nacional ou internacional. "Acho o universo da moda maravilhoso, mas não gosto muito do glamour. Prefiro me inspirar no cinema, nas lembranças, nas fotos de família. Outro dia, ouvindo Nara Leão, criei baseada no estilo dela." O público da SuperBacana já está consolidado: "É uma mulherada mais madura, que não gosta de shopping. São pessoas que têm estilo."

Ainda tem chinelos customizados, biquínis, bolsas, carteiras, buttons, chapéus e outras peças com preços que variam de R$ 6,00 (tiara de pano) a R$ 150,00 (vestido da SuperBacana).

SAIBA MAIS

O quê: Lançamento do número 11 da revista Zupi, na loja/ateliê de moda SuperBacana

Quando: Hoje, das 19h às 22h30. A loja/ateliê funciona de segunda a sábado, das 10h às 18h

Onde: Rua Maria Ferreira Antunes, 6, Barão Geraldo, 3289-0345, em frente a Praça do Coco

Quanto: Entrada franca




Instale a Barra de Ferramentas com Desktop Search e ganhe EMOTICONS para o Messenger! É GRÁTIS!

Lohren Beauty

Nenhum comentário:

Postar um comentário