10 coisas que você pode reciclar

kokeshi - relógio do mickey

Lendo um texto do Apartment Therapy sobre o assunto, fiquei pensando em 10 coisas que você (e eu) pode (mos) reciclar em casa mesmo. Aquelas coisas simples, que podem ter utilidade, mas que acabam indo para a lixeira, por preguiça, força do hábito ou desatenção… Olha só as 10 coisas que eu mais reciclo aqui em casa, quando o assunto é craft.

1-Caixas de madeira. Eu reaproveito caixas pequenas, que vêm com goiabada ou outros doces, e também caixas grandes, daquelas para transportar frutas e que são descartadas por fruteiras e supermercados. Com as pequenas, já fiz "casinhas" para kokeshis, matrioshkas e bonequinhas. Tanto as grandes quanto as pequenas, uso como organizadores. Versáteis, podem ser pintadas, forradas com papel ou tecido ou usada "in natura" mesmo, depende do estilo que você quer.

2-Botões, zíperes, elásticos e fitas. Aqui em casa, roupas sem uso são doadas. Mas, às vezes, algumas passam por reformas ou são desmanchadas para reaproveitar o tecido. Quando isso acontece, separo botões, zíperes, elásticos, fitas e todo tipo de suprimento que pode ser utilizado de novo. Além de ser ecológico e econômico, é interessante porque é possível conseguir material que nem sempre está disponível nos armarinhos.
vidros com botões
3-Papéis. De todo tipo, desde páginas de revistas até papel de embrulho, tudo pode ser reaproveitado, tanto para projetos craft – como colagens ou origamis, por exemplo, quanto para embalagens de presente. Caixas podem ser forradas, estampas bonitas podem ser recortadas, pedaços de papelão podem ser usados para cortar moldes de costura…

4-Vidros. Eu adoro os de geléia com tampas xadrez. São perfeitos para guardar botões separados por cor. Mas também já usei garrafas como vasos (tenho uma de Coca-Cola com flores de botões bem aqui no meu ateliê) e como castiçal. Vidros baixos, de patê, também são ótimos para colocar velas pequenas.
passarinho - botões
5-Tecidos. Quando o assunto é costura, não tem nada melhor do que fazer algo a partir de um tecido que tem história. Eu já fiz um casaco com o tecido de uma colcha da minha avó, uma bolsa com tecido de toalha de mesa, uma blusa com tecido de um lençol da minha infância… Isso sem falar em cortinas, almofadas e outros objetos para casa.

6-Louças. Sabe aquelas xícaras que já perderam todas as irmãs? E os pires que estão sozinhos no mundo? Curto juntar todos os órfãos e fazer customizações na porcelana, para criar novos kits, muitas vezes inclusive com novos usos. Fica bacana aproveitar os que têm estampa cafoninha e pintar alguns detalhes, para deixar com um ar mais contemporâneo.

7-Toalhinhas de crochê. Já fiz aplique em almofada, em camiseta e em bolsas. E também gosto de espalhá-las pela casa, em lugares inusitados. Agora estou planejando usar algumas em quadros e em colagens.

8-Bijuterias. Me divirto desmontando bijus que já uso mais para criar novas peças. Acho que mais da metade dos colares que tenho foram feitos a partir de bijuterias antigas, algumas até herança do porta-joias da minha mãe.
matrioshkas
9-Molduras. Como gosto de mudar as coisas com bastante frequência, as molduras acabam ficando ultrapassadas com facilidade. Para não ficar comprando quadros novos e, principalmente, porque gosto de fazer minhas próprias artes, customizo as molduras, de acordo com o projeto. A última que fiz foi forrada com tecido, para o quadro do pássaro de botões que coloquei aqui no meu craft room.

10-Ideias. É, isso mesmo. Tem vezes que uma ideia, que parecia ótima, simplesmente não funciona. O que não quer dizer que não seja boa, só que talvez não esteja sendo usada no momento ou no lugar certo. Por isso, manter as ideias em aberto é um bom jeito de conseguir reciclar e reaproveitar sempre. Afinal, a bandeja de Deditos de hoje pode ser o organizador de fitas de amanhã. Quem sabe?
 
fonte:. http://www.bananacraft.com  
 


Navegue com segurança com o Novo Internet Explorer 8. Baixe agora, é gratis!

Lohren Beauty

Nenhum comentário:

Postar um comentário