E-jovem declara guerra a estabelecimentos homofóbicos



O Grupo E-jovem de Adolescentes Gays, Lésbicas e Aliados, que tem sede em Campinas/SP, vem a público manifestar seu profundo repúdio às recorrentes manifestações homofóbicas de bares, restaurantes e outros estabelecimentos comerciais da cidade. E avisa: CHEGA.


Na última sexta-feira, 9 de julho, um rapaz foi violentamente agredido por um funcionário do bar Camp Chopp, situado à rua Sacramento, 36, no centro. O jovem foi espancado com um cassetete de ferro por um segurança e levou 32 pontos na cabeça. O bar é conhecido por se recusar a atender, atender mal e até mesmo ofender clientes lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros (LGBT), mesmo estando localizado na "praça gay" da cidade.


"Agora CHEGA," desabafa Lohren Beauty, presidente do E-jovem. "Estamos declarando guerra ao terrorismo homofóbico. Antes que a coisa fuja do controle." Na noite da agressão, o funcionário teve que se refugiar dentro do bar para escapar da fúria de gays, lésbicas e travestis, que só dispersaram com a chegada da polícia e a apreensão do agressor.


"Nossa guerra será na forma da lei," afirma a ativista. "E vamos denunciar esse e todos os demais casos de homofobia até as últimas consequências." A lei estadual 10.948/01 pune até com a cassação do alvará esse tipo de atitude e orienta os estabelecimentos a afixarem cópias desta lei em locais de fácil leitura pelo público em geral. O Grupo E-jovem providenciará essas cópias e exigirá que a lei seja cumprida.


"A manifestação do afeto entre pessoas do mesmo sexo é livre, em QUALQUER estabelecimento comercial do estado de SP. O acesso de homossexuais e travestis também. Isso deve estar na parede desses bares homofóbicos, para que seus donos e funcionários leiam e reflitam todos os dias antes de abrir," diz Lohren.


Uma manifestação está sendo planejada para essa sexta e sábado em frente ao estabelecimento por vários grupos e personalidades LGBT do estado de SP.

Lohren Beauty

Nenhum comentário:

Postar um comentário