Racismo, homofobia e intolerância religiosa - DENÚNCIA

A Unegro Campinas denuncia mais um grave caso de racismo, homofobia e intolerância religiosa em nosso país. Está sendo postada no youtube uma série de vídeos com os nomes (tags): marmotas ou mamoteiro de Campinas. Sob os pseudônimos de julanacps27 e luanahort, essas pessoas utilizam-se do anonimato que a rede possibilita para destilar preconceito racial, discriminação na orientação sexual e intolerância religiosa.

 

Pais de Santo respeitados em suas comunidades e terreiros são vilipendiados e ofendidos em vídeos que utilizam fotos e legendas, numa montagem grosseira e preconceituosa. Seus rituais e danças são motivo de ofensas, sarcasmo e zombaria.

 

Mais uma vez, e também, o povo negro é ofendido nos vídeos postados. Expressões chulas que revelam o ranço do preconceito histórico e hediondo cometido contra nós aparecem nas legendas.

 

Também a orientação sexual é vítima de discriminações e preconceito. As legendas exaltam a homofobia e o ódio. A homossexualidade é tratada como algo de menor valor e sem dignidade.

 

A Unegro Campinas convoca todas as entidades do movimento Negro, do movimento LGBT e as Instituições Religiosas – em especial às de matriz africana – a incorporarem nosso repúdio, denunciando e pronunciando-se contra ações dessas pessoas, reacionárias e ignorantes, que não sabem conviver em sociedade, nem olhar seus semelhantes com o respeito e o carinho que todas e todos merecem.

 

Buscamos um mundo de paz, justiça e harmonia, onde todo ser humano seja tratado como semelhante, mas diferente em suas possibilidades e capacidades e, por isso digno do todo respeito.

 

Campinas/SP, 13 de Maio de 2011.

 

Fátima Barreto

Diretora

Chesller Moreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário