Atentado em Paris

Explosões ocorreram próximo ao Stade de France, em Paris, na noite de sexta (13), durante um jogo entre as seleções da França e Alemanha. Além disso, três tiroteios simultâneos deixaram 43 mortos e dezenas de feridos em outros pontos da cidade, segundo a polícia parisiense. A rede de TV francesa BFM, citada pela CNN, diz que os mortos são 60.

https://abordaxe.files.wordpress.com/2015/01/paris-ch_00000.png

O presidente francês, François Hollande, afirmou em declaração em rede nacional que está declarado estado de emergência em toda a França e que as fronteiras serão fechadas.
O vice-prefeito de Paris, Patrick Krugman, afirmou que vários ataques aconteceram ao mesmo tempo. Ele disse que houve "entre seis e sete locais de ataques no centro de Paris e fora.

Às 21h40 (horário de Brasília), a polícia invadiu a casa de espetáculos Bataclan, onde mais de 100 pessoas estavam sendo mantidas reféns, após relatos de que pessoas estariam sendo executadas. Dois terroristas foram mortos na ação. O "Le Monde" diz que policiais falam em "dezenas" de mortos dentro da casa de shows, enquanto a agência France Presse diz que são cerca de 100. Dez minutos antes da invasão, a Reuters afirmava que foram ouvidas cinco explosões perto do local.

O local fica no boulevard Voltaire, no 11º arrondissement e era palco de um show da banda Eagles of the Death Metal. A banda postou no Facebook: “Ainda estamos tentando determinar a segurança e o paradeiro da nossa banda e equipe. Nossos pensamentos estão com todas as pessoas envolvidas nesta situação trágica”

Testemunhas


Segundo um dos jornalistas do "Libération", que cita um policial no local, um homem no interior do Bataclan teria explosivos.

O jornal também citou o relato de um jornalista da "Europe1", que estava no interior do Bataclan nesta noite: "Vários indivíduos armados entraram no meio do show", afirmou. "Dois ou três indivíduos não mascarados entraram com armas automáticas do tipo kalachnikov e começaram a atirar no público". O jornalista disse, ainda, que a ação durou de 10 a 15 minutos e que os atiradores eram jovens.

Um usuário do Facebook postou há 1 hora que está dentro da casa de shows Bataclan, onde há mais de 100 reféns. “Feridos graves! Estão atacando mais rápido. Há sobreviventes no interior. Eles estão assassinando todo mundo. Um por um. No primeiro andar, rápido!”, escreveu Benjamin Cazenoves. Em seguida ele postou que há "cadáveres por todo lado". "É um massacre"

fonte.http://g1.globo.com/mundo

Chesller Moreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário