Rupaul’s Drag Race chega ao Brasil


Para os fãs brasileiros de Rupaul’s Drag Race, o ‘come to Brazil’ nunca foi tão real: o reality show de competição entre drag queens está chegando oficialmente em terras tupiniquins. A Endemol Shine Brasil, em acordo com a Passion Distribution, irá comercializar a versão nacional da corrida de drags, cujo formato original, conhecido mundialmente, é apresentado pela drag RuPaul.

No ar desde 2009, Rupaul’s Drag Race reúne drag queens numa competição de beleza, maquiagem, costura, comédia e atuação para coroar a competidora com mais carisma, singularidade, coragem e talento. No Brasil, o reality se tornou popular a partir de novembro de 2013, quando a Netflix disponibilizou algumas temporadas.



De acordo com Juliana Algañaraz, diretora geral da Endemol Shine Brasil, Rupaul’s Drag Race cresceu diante de seu público e principalmente nas redes sociais, por isso o movimento estratégico de trazer o reality ao Brasil, onde a comunidade de fãs é numerosa e altamente engajada. Eduardo Gaspar, diretor criativo da Endemol, diz que o público que já acompanha o programa pede por uma versão nacional. “Agora temos os direitos de produção do formato no Brasil, como fazemos com o Masterchef”, diz Gaspar se referindo a outro formato licenciado pela Endemol.

Juliana conta que a marca registrada será Rupaul’s Drag Race Brasil, aprovada pelo próprio Rupaul, e o projeto está em sua fase de comercialização, portanto ainda não existe contrato fechado com alguma emissora brasileira. “No momento estamos vendendo cotas de patrocínio para marcas e depois vamos oferecer para os canais. Este projeto tem potencial para ser branded content, afinal, diferente de outros projetos, é algo que vai gerar tendência. Consideramos a ‘next big thing’ ”, diz.

“Vamos trabalhar a associação de marcas dentro do conteúdo de uma forma que as pessoas não vão se sentir ofendidas, de forma orgânica, como já é feito na edição original do programa”, diz Eduardo. Rupaul, criador e apresentador do reality, atualmente não é conhecido apenas como ícone pop, mas como guru do marketing. Dentro da série, os desafios são patrocinados por marcas, que também financiam o prêmio final (100 mil dólares na versão original). Rupaul’s Drag Race é conhecido por ser uma plataforma de divulgação do próprio trabalho de Rupaul (cada temporada é utilizada para lançar um álbum ou produto da drag, por exemplo), além de funcionar como uma aceleradora de carreiras das drag queens participantes, que após o reality chegam ao estrelato.

Ao longo de 11 temporadas (nove de Rupaul’s Drag Race e duas de Rupaul’s Drag Race All Stars), o programa se tornou referência ao mostrar ao mundo a cultura drag e discutir a diversidade da comunidade LGBTQA+, inserindo nesse contexto marcas interessadas em trabalhar com o tema. “Estamos muito felizes de representar esse formato no Brasil e poder gerar conteúdo de qualidade sobre o mundo drag, cuja cena nacional está ganhando cada vez mais espaço. Hoje temos Pabllo Vittar, Gloria Groove, Aretuza Love… e muitas outras drags”, diz Eduardo.


No momento, a versão brasileira não possui um apresentador confirmado, mas a presença de Rupaul está garantida. “Ele tem um desejo pessoal de vir ao Brasil e quer pessoalmente participar o máximo possível. De alguma forma teremos a participação dele”, diz Juliana. “Estamos trabalhando criativamente para viabilizar a presença do Rupaul em todos episódios ou em alguns deles”, conta Eduardo.

“Como no formato original, conseguiremos trazer gente muito importante do cenário nacional para participar dos episódios”, conta Eduardo. Em relação ao elenco, nada ainda foi definido, assim como número de episódios ou data de lançamento para a primeira temporada. “Não temos nenhum nome para divulgar, pois no momento estamos focados em vender o formato”, diz.

fonte:.http://www.meioemensagem.com.br
Escrito por; Isaque Criscuolo 

















Lohren Beauty

Nenhum comentário:

Postar um comentário